Unidades Escolares
Colibri Gracinha Nova Escola
Unidades Socioassistenciais
Clarisse Gracinha
Centro de Estudos e Formação
Clarisse

Notícias

Semana do ECA
05/11/2018

Há 18 anos, o Fórum em Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente do Butantã (FOCA-Bt) realiza a Semana do ECA no mês de setembro. O Centro de Convivência Gracinha, desde o início, participa e tem um papel importante nesta ação.
A Semana do ECA tem por objetivo promover o encontro dos diversos atores do sistema de garantia de direitos – da saúde, educação, assistência social, conselho tutelar, comunidade, entre outros – para partilhar experiências e promover ações de promoção dos direitos da criança e do adolescente.
Este ano, a Semana do ECA começou com duas atividades potentes. A primeira, intitulada “Políticas Públicas: onde está o compromisso com a Infância e a Adolescência como prioridade absoluta?”, realizada no CEU UIRAPURU, contou com os palestrantes Daniel Palotti Secco, defensor público, coordenador auxiliar do Núcleo Especial da Infância e Juventude, e Gledson da Silva Deziatto, conselheiro tutelar do Rio Pequeno e Raposo Tavares, que mediaram a roda de conversa com os adolescentes de diversos Centros da Criança e do Adolescente e com os alunos do Ensino Fundamental II do CEU UIRAPURU.
No mesmo dia, foi realizada outra mesa – “Redes de Proteção: criança e adolescente como prioridade absoluta”–, realizada na Diretoria Regional de Educação (DRE) do Butantã, e foi composta por Willian Fernandes, advogado, professor universitário e ouvidor-geral da Defensoria Pública do Estado de São Paulo, e Eduardo Dias, promotor de Justiça na área da infância e juventude da capital. As redes de proteção têm sido uma pauta constante no FOCA-Bt, pois a região de Butantã é a primeira e a única da cidade de São Paulo a estabelecer polos de rede de proteção, fazendo com que a saúde, a assistência e a educação pensem em estratégias conjuntas para atendimento de situações complexas que envolvem as crianças e os adolescentes do território.
Ao longo da Semana, mais de 37 atores participaram e conduziram atividades internas, para os seus públicos, e externas, abertas para a comunidade, sobre os direitos de crianças e adolescentes.
Destacamos a atividade organizada pelos serviços de medidas socieducativas em meio aberto da Vila Sônia e do Rio Pequeno, denominada DIA DE LAZER NA PRAÇA. Ao longo do dia, as crianças puderam participar de um campeonato de futebol comunitário, além de retomar o espaço do brincar na rua com atividades de taco, pipa, capoeira, percussão e lanche coletivo, como forma de refletirmos sobre os espaços públicos e o dever da comunidade em zelar pelos direitos das crianças e adolescentes. Destacamos também o Sarau POETEC, organizado pelos alunos do curso de orientação comunitária da ETEC CEPAM, que foi precedido pela palestra “Estatuto da Criança e do Adolescente: Histórico de criação e desafios atuais”, do professor da casa José Nildo.
O FESTIVAL NOSOSTROS, promovido pelo Centro de Convivência Gracinha, encerrou esta semana tão especial com diversas atrações culturais e artísticas, pois acreditamos que o acesso à cultura é um direito fundamental, por isso ocupar o território com oficinas, música, dança, teatro e poesia é dever do nosso serviço.